Tratamento com ibogaína

Tratamento com ibogaína

O tratamento com a Ibogaína

A Ibogaína é um alcaloide alucinógeno, extraído da raíz da planta Tabernanthe iboga, proveniente de países africanos como os Camarões, Congo e o Gabão. Suas propriedades de redução da fissura da dependência de opióides, foi descoberta nos anos de 1960, mas apenas nos anos 2000 passou a ser utilizado de forma mais sistemática em clínicas de tratamento para dependentes químicos. Cerca de 4.000 casos de pacientes que usaram Ibogaína mundo a fora já foram relatados pela literatura.

Embora não haja estudos robustos de que esse tratamento funcione, em virtude de a Ibogaína não ser uma droga regulamentada na maioria dos países, há um grande número de relatos de casos que apontam taxas de resposta ao redor de 60% se comparado a outros tratamentos farmacológicos. A Ibogaína também é considerada uma droga segura. Até 2015, 24 casos de óbito haviam sido relatados na literatura, especialmente em situações em que não havia avaliação médica prévia ou cuidados médicos durante a fase de ataque do uso da planta para fins medicinais. Os efeitos colaterais mais comuns ocorrem apenas durante o dia do uso da Ibogaína e são eles: náusea, vômitos, alteração da marcha (ataxia), tremores, dores de cabeça e confusão mental.

Para que serve a Ibogaína

Embora ainda careça de comprovação científica, a ibogaína pode ser indicada para:

  • Ajudar a reduzir os sintomas de dependência de drogas como crack, cocaína, heroína, morfina e outras, e ainda elimina completamente a vontade de usar drogas;
  • Nos países africanos essa planta também pode ser usada em caso de fadiga, febre, cansaço, dor de estômago, diarreia, problemas do fígado, impotência sexual e contra a AIDS.

Porém, muitas das aplicações desta planta ainda não se encontram cientificamente provadas, e necessitam de mais estudos que possam comprovar sua eficácia e dose de segurança. 

Tratamento ibogaína para dependentes químicos funciona?

Atualmente, há muitas dúvidas em relação ao tratamento para dependentes químicos, sendo o maior questionamento “se o tratamento ibogaína funciona de verdade”.

Entendemos que o tratamento NÃO FUNCIONA! No entanto, o tratamento para dependentes químicos realizado com ibogaína, tem ganho uma posição de destaque no mercado.

De fato, muita clínicas de reabilitação no Brasil disponibilizam, tendo uma forte busca do tratamento com ibogaína em SP já que alguns estudos comprovaram que a substância é eficaz no tratamento, quando comparado a outros métodos e medicações convencionais.

Contra indicações formais do uso de Ibogaína

  • Uso de Mirtazapina ou medicamentos / alimentos metabolizados pelo CYP-2D6 (sistema microssomal hepático responsável pela eliminação da Ibogaína),
  • Drogas e condições clínicas que provocam intervalo Q-T prolongado (antipsicóticos, anti histamínicos, na abstinência e álcool e cocaína).
  • Gestação, cirurgia prévia nos últimos 6 meses, diabetes descontrolada, hipertensão descontrolada, insuficiência renal e hepática, Demência, Doença de Parkinson e Transtornos psiquiátricos graves (especialmente Psicoses e Transtorno de Personalidade de difícil tratamento).
  • Ter ingerido álcool ou drogas há menos de 30 dias do início do tratamento

Contra indicações relativas do uso de Ibogaína:

  • Doenças de fígado, úlcera péptica, tumores cerebrais, obesidade, hipertensão arterial. Não ter usado drogas nos últimos 30 dias.

Efeitos da Ibogaína no corpo 

Assim como os cogumelos e a ayahuasca, a ibogaína pertence à família dos alucinógenos. Segundo relatos ao comer a planta Iboga ou tomar o seu chá, seguindo suas instruções de uso, pode haver uma purificação do corpo e da mente, além de uma alteração alucinógena, e a pessoa pode achar que está saindo do seu corpo.

Seu consumo provoca visões e acredita-se que seja possível encontrar-se com espíritos, mas também pode desencadear quadros psiquiátricos graves, induz ao coma, e pode causar a morte. 

Plano terapêutico do tratamento das dependências químicas com a Ibogaína

Com o objetivo de garantir a integralidade e segurança do tratamento, o dependente químico será acompanhado por uma equipe multidisciplinar composta de Médico, Psicoterapeuta assim como, Enfermagem.

O paciente deverá vir acompanhado por um familiar e responsável, em virtude da necessidade de monitoramento do mesmo no período que estiver no regime de tratamento semanal.

Caso o paciente venha de outro município, nós disponibilizamos acomodações e refeições no local. Com o intuito de agilizar a organização dessas necessidades.

 

558008830499

grupoaliancapelavida@gmail.com

Entre em contato e tire suas dúvidas!

Grupo Aliança Pela Vida

O Grupo Aliança pela Vida é uma empresa organizacional que tem objetivo de ajudar o dependente químico a ter um tratamento especializado contra o alcoolismo e as drogas, possuímos uma grande parceria entre as clínicas para que a família e o paciente tenham um tratamento adequado com muita eficiência a longo do período.

Desenvolvido por SunsetWeb - 2020

Fale Conosco!

Clique para chamar no WhatsApp