Internação Compulsória

Internação Compulsória

Internação compulsória


 Saiba como funciona a internação compulsória 


Muitos viciados em drogas não percebem que precisam de ajuda e, portanto, não querem ir para uma clínica de reabilitação. Porém, em alguns casos, a internação compulsória pode ser realizada para salvar a vida do paciente e promover o bem-estar das pessoas ao seu redor.

Saiba o que é a internação compulsória


A internação compulsória consta do artigo 9º da Lei 10.216 / 01 e consiste no fato de o dependente químico ser internado sem autorização da família, o que é judicialmente estabelecido e a pedido de médico.
Isso acontece. em casos mais graves, quando o usuário da droga pode colocar outras pessoas em perigo por meio dos efeitos das substâncias. Vale lembrar que é necessário um laudo médico informando que o paciente está drogado e precisa de tratamento em uma clínica de recuperação.


 Como funciona a internação compulsória?


Este tipo de internação contraria os desejos do paciente. quimicamente dependente. Algumas pessoas acreditam que tratar a pessoa é uma forma mais agressiva ou radical, mas é necessário quando a pessoa está em maior grau de dependência e tem ramificações para a sociedade.

Conforme mencionado acima, esta internação requer um requerimento de um juiz e um parecer médico. A clínica do viciado em drogas deve estar preparada para atender o paciente da melhor maneira possível. Geralmente conta com uma equipe multidisciplinar que oferece tratamento especializado.
 Lembramos que as especificidades da internação variam de acordo com o caso e o próprio ambulatório.


 Veja as diferenças entre internação compulsória e involuntária 


Como o próprio nome sugere, isso acontece involuntariamente, ou seja, contra a vontade da pessoa. Por esse motivo, é normal que haja confusão involuntária e obrigatória. As duas formas de internação são feitas sem o consentimento do paciente, mas apresentam algumas diferenças.
 O involuntário é aquele que um familiar pode solicitar a pedido de um médico. Portanto, se um membro da família deseja que a pessoa que precisa de cuidados seja internada por motivos de saúde, mas não quer aceitar a ajuda, pode recorrer a uma hospitalização involuntária e a um atestado médico, ou seja, sem permissão de a família é necessária.

Conte com Grupo Aliança pela Vida 


 O Grupo Aliança pela Vida possui uma rede de clínicas de internação compulsória com clínicas de internação compulsória em Goiás, Distrito Federal, Brasília, Mato Grosso do Sul e outros estados. Realizamos internações hospitalares obrigatórias, involuntárias e voluntárias, sempre valorizando a saúde e o bem-estar das pessoas.
 Nosso atendimento é individual e humano, pois acreditamos que cada caso é único e tratar dependentes químicos é um novo começo. Nossa missão é salvar a vida dos adictos, por isso fazemos de tudo para garantir a saúde e a qualidade de vida de nossos pacientes. Contacte-nos para saber mais

558008830499

grupoaliancapelavida@gmail.com

Entre em contato e tire suas dúvidas!

Grupo Aliança Pela Vida

O Grupo Aliança pela Vida é uma empresa organizacional que tem objetivo de ajudar o dependente químico a ter um tratamento especializado contra o alcoolismo e as drogas, possuímos uma grande parceria entre as clínicas para que a família e o paciente tenham um tratamento adequado com muita eficiência a longo do período.

Desenvolvido por SunsetWeb - 2020

Fale Conosco!

Clique para chamar no WhatsApp